Tamanho do texto

Ex-funcionário da prefeitura de Virginia Beach entrou no prédio e abriu fogo contra funcionários. Suspeito morreu em troca de tiros com a polícia

print de imagem do noticiario
Reprodução
Ex-funcionário de prefeitura abre fogo e deixa 12 mortos na cidade de Virginia Beach nos EUA

Após um ex-funcionário abrir fogo na prefeitura de Virginia Beach, no estado americano da Virgínia, 12 mortes foram confirmadas. Outras quatro pessoas foram feridas no ataque, e três delas estão internadas no Hospital Geral Sentara. De acordo com o Twitter do hospital, uma pessoa está em estado crítico.

Leia também: Ataque a tiros deixa ao menos 4 mortos e 7 feridos em dois bares no Rio

O atirador, que ainda não teve seu nome divulgado, é ex-funcionário da prefeitura e foi demitido recentemente. Ele iniciou o ataque por volta de 17h (horário de Brasília) e atingiu três andares do prédio. Em troca de tiros com a polícia, um oficial foi atingido, mas o colete a prova de balas o protegeu. Já o atirador morreu no local.

Leia também: Homens armados atacam hotel de luxo no Paquistão e deixam ao menos cinco mortos

O Hospital afirmou que não dará maiores informações sobre as vítimas no momento, para proteger sua privacidade. Em nota no Twitter, o governador da Virginia Ralph Northam lamentou o ocorrido: "Esse é um dia trágico para Virginia Beach e toda a nossa comunidade. Meu coração está partido pelas vítimas desse tiroteio devastador, além das famílias e de todos os que as amavam", escreveu.

De acordo com a imprensa local, ele viajou a Virgina Beach para acompanhar os desdobramentos do ataque , que recebeu apoio do FBI. O presidente Donald Trump foi informado imediatamente sobre o ocorrido, mas não fez nenhum pronunciamento oficial.