Tamanho do texto

O vídeo surgiu após uma troca de farpas entre Nancy Pelosi e o presidente Donald Trump, que chamou a adversária de "louca" e "desastre", entenda

Nancy Pelosi
Reprodução/Flickr
Líder do partido democrata, Nancy Pelosi

Um vídeo manipulado que mostra Nancy Pelosi arrastando as palavras viralizou nesta sexta-feira (24), com milhões de reproduções, em meio a uma troca de insultos entre a líder democrata e o presidente Donald Trump. Uma análise das imagens feita por jornalistas da AFP identificou que o original teve sua velocidade reduzida em 75%. 

Leia também: Aumenta a temperatura da batalha jurídica entre Trump e Câmara dos EUA

Uma versão divulgada no Facebook, na página site Politics WatchDog, registrava 2,4 milhões de reproduções, com ampla circulação no YouTube e no Twitter. Na parte dos comentários, alguns usuários do Facebook chamavam Nancy Pelosi de "bêbada", ou de "desastre balbuciante", sugerindo que havia tomado remédios ou sofrido um derrame cerebral. Assista: 


O vídeo surgiu após uma dura troca de declarações públicas entre Pelosi e Trump. Na quinta-feira, o presidente chamou sua adversária no Congresso de "Nancy, a louca" e "desastre". A democrata questionou o equilíbrio mental do presidente e pediu à família de Trump que "intervenha" pelo "bem do país".

"Sou um gênio extremamente confiável", declarou o presidente, expressão criticada por Pelosi de imediato. "Quando o 'gênio extremamente confiável' começar a agir de forma mais presidencial, estarei feliz de trabalhar com ele em infraestrutura, comércio, ou outros temas", tuitou a líder democrata.

O vídeo manipulado parece ter sido tirado do discurso de Pelosi durante um evento em Washington na terça-feira. Nele, ela argumentou que Trump está "obstruindo a Justiça" e está envolvido em "acobertar", ao se negar a cooperar com as investigações dos democratas no Congresso, segundo a emissora C-SPAN , que publicou o vídeo original na Internet.

A congressista disse que as ações do presidente podem ser consideradas crimes, os quais podem levar a um processo de impeachment. Ainda assim, ontem, ela considerou prematura sua abertura, alegando que a iniciativa seria "muito divisiva".

Segundo o jornal The Washington Post , que publicou primeiro o vídeo manipulado, a voz da democrata também teria sido alterada para omitir que a velocidade do vídeo havia sido desacelerada.

Leia também: Deputado dos EUA é acusado de agredir a esposa por "tirar a roupa muito devagar"

Na quinta-feira, Trump tuitou outro vídeo de Nancy Pelosi que parece ter sido editado para destacar partes de um discurso, no qual a congressista gagueja e pronuncia algumas palavras errado. Acima, Trump escreveu: "Pelosi gagueja em entrevista coletiva".