Nicolás Maduro anunciou um novo programa de governo com investimento de 100 milhões de euros
Divulgação/Twitter - @NicolasMaduro
Nicolás Maduro anunciou um novo programa de governo com investimento de 100 milhões de euros


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, dá mostras de que não está incomodado com a oposição que já o considera fora do cargo. Nesta quarta-feira (30), ele anunciou o programa Venezuela Bela e disse que vai destinar 100 milhões de euros para “embelezar” as cidades de todo o país, com o objetivo de alavancar o turismo e o orgulho dos venezuelanos.

Leia também: Guaidó quer apoio de Bolsonaro e Duque para ajuda humanitária na Venezuela

“Em seis anos colocaremos a Venezuela bela e moderna entre as mais avançadas da América Latina e do Caribe”, afirmou Maduro , sem comentar sobre os impactos que o programa pode ter na economia do país.

Enfrentando a maior crise econômica de sua história, a Venezuela ainda vive um momento de efervescência política, com opositores contestando a última eleição.

Maduro discursa para as Forças Armadas

Maduro atacou militares desertores
Divulgação/Governo da Venezuela - 30.7.2017
Maduro atacou militares desertores


Você viu?

Em um encontro com oficiais e praças das Forças Armadas da Venezuela, o presidente venezuelano criticou os militares que desertaram e passaram a apoiar o governo interino. Ele afirmou que há um movimento de pressão, a partir da Colômbia, para dividir os militares venezuelano s.

Leia também: Mais de 70 crianças foram presas em manifestações contra Maduro, diz ONU

“Mercenários da oligarquia colombiana [que] conspiram a partir da Colômbia para dividir a Força Armada Nacional Bolivariana”, ressaltou. "Temos de ter uma Força Armada consolidada, unida ao povo, protegendo o povo, mobilizada para a defesa."

Ao discursar para os militares, em Caracas, o presidente apelou: “[Temos de] garantir que nosso território nunca será tocado pela planta insolente do imperialismo americano”. O presidente afirmou que há uma família militar. "Temos de ter uma Força Armada consolidada, unida ao povo, protegendo o povo, mobilizada para a defesa."

Leia também: Juan Guaidó sugere anistia para Maduro abandonar presidência da Venezuela

Ao longo desta semana, Maduro visitou várias unidades militares na região de Caracas e nos estados de Yaracuy e Aragua. Segundo a imprensa oficial, a iniciativa do presidente faz parte de uma série de exercícios militares em comemoração aos 200 anos do Congresso de Angostura.

*Com informações da Agência Brasil

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários