Tamanho do texto

Imprensa alertou sobre três homens armados que teriam aberto fogo na estação de Nimes; polícia nega tiros e afirma operação de busca de suspeito

A estação de trem de Nimes, na França, foi evacuada neste sábado; polícia nega tiroteio
Reprodução/Twitter
A estação de trem de Nimes, na França, foi evacuada neste sábado; polícia nega tiroteio

Dois dias após o atentado terrorista que chocou o mundo deixando pelo menos 14 mortos em Barcelona, a população da França acendeu, neste sábado (19), um alerta contra o terrorismo no país. 

Leia também: Estado Islâmico sugere Itália como próximo alvo de atentados terroristas

Isso porque, segundo informações preliminares da imprensa local, três homens teriam aberto fogo dentro de uma estação de trem de Nimes, cidade do sul do França – que faz fronteira com a Espanha. A polícia, no entanto, desmente o boato. 

O local foi, sim, evacuado rapidamente e a polícia realizava buscas. Porém, a operação teve início porque uma passageira afirmou ter visto um homem armado dentro da estação. A polícia encontrou o suspeito, mas não confirmou se ele realmente estava armado.

Leia também: Estado Islâmico diz que ataque na Espanha teve "cruzados e judeus" como alvos

Segundo os organizadores da Volta da Espanha – um dos eventos de ciclismo de estrada mais importantes do mundo, que teve início neste sábado, em Nimes –, o incidente causou pânico entre as pessoas que acompanhavam o evento.

De acordo com o site de notícias RT , a organização do evento aconselhou aos jornalistas que não deixassem a sala de imprensa, localizada a cerca de 400 metros da estação.

Onda de ataques

Há dois dias, na última quinta-feira (17), uma van atropelou uma multidão em Las Ramblas, ponto turístico de Barcelona. O ataque, que deixou pelo menos 14 mortos e 130 feridos, foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

Desde então, outros ataques foram registrados na Europa. Nesta sexta-feira (18), um homem esfaqueou e matou duas pessoas na Finlândia . O ataque deixou também oito pessoas feridas. Na Alemanha, um homem ficou ferido e outro morreu em outro esfaqueamento , também nesta sexta. Neste sábado, outro esfaqueamento deixou feridos na Rússia

Assim como o atentado na Espanha, os ataques na Finlândia e na Rússia foram reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico.

Não houve tiroteio na França. Porém, a polícia francesa mantém aceso o alerta contra o terrorismo que ronda a Europa nos últimos dias.

Leia também: Grave acidente de trem deixa pelo menos 23 mortos e 40 feridos na Índia

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.