Tamanho do texto

Ataque a faca aconteceu na estação Forest Hill, no sul de Londres. Agressor foi detido no local pela polícia, que foi acionada por testemunhas; entenda

Autoridades inglesas socorreram a vítima e apreenderam o agressor nas proximidades da estação Forest Hill
Reprodução Twitter
Autoridades inglesas socorreram a vítima e apreenderam o agressor nas proximidades da estação Forest Hill

Um passageiro foi esfaqueado no trem em Londres, na Inglaterra, nesta segunda-feira (12).  O esfaqueamento ocorreu na estação Forest Hill, ao sul da cidade. Passageiros e consumidores na região procuraram abrigo em lojas e pubs a fim de fugir do agressor, que corria pelas ruas com a faca em mãos.

MAIS EM:  Homem fere seis e inicia incêndio em ataque a trem na Suíça

De acordo com testemunhas, o homem esfaqueou múltiplas vezes o passageiro, que estava sentado no trem ao lado de sua esposa. Após o esfaqueamento , saiu correndo pela região da estação Forest Hill e gritava que "queria matar um mulçumano".

Por aproximadamente 15 minutos, o agressor aterrorizou pedestres próximos à estação, até que as autoridades chegaram ao local. Mais tarde, a polícia divulgou que o homem foi preso e está sob custódia por lesão corporal grave, que é a maior sentença por agressão na Inglaterra.

O agressor tinha a intenção declarada de agredir mulçumanos. De acordo com o jornal britânico "The Mirror", o homem gritava “quem é mulçumano? Eu quero matar um mulçumano” e “quem quer que seja mulçumano, eu vou te matar!”. Uma testemunha diz que ele chegou a apontar a faca para uma mulher com lenço no cabelo e perguntar onde estava seu marido.

MAIS EM:  Idoso esfaqueia jovens em trem no terceiro ataque semelhante na Europa em 1 mês 

O acontecimento, que foi batizado ‘o esfaqueamento de Forest Hill’, foi amplamente discutido nas redes sociais. As pessoas no local publicaram informações e imagens do ataque e da ação da polícia via Twitter, Facebook e Snapchat .

Ataques em trens europeus

O ataque em Forest Hill não é o primeiro deste ano. Em julho um jovem refugiado feriu cinco pessoas em um trem com um machado depois de supostamente gritar “Allahu alkbar” (Deus é grande, em tradução livre). O jovem foi detido pela polícia com um tiro e morreu no local.

Em agosto, foram dois ataques. O primeiro ocorreu na Suíça, quando um homem ameaçou e feriu passageiro com uma faca e, em seguida, ateou fogo ao trem.  No total, seis pessoas foram feridas, entre elas uma criança. Em ambos os ataques, o Estado Islâmico declarou responsabilidade.

MAIS EM:  Estado Islâmico reivindica ataque de homem armado com machado na Alemanha

O segundo esfaqeuamento, apenas três dias após o ataque na Suíça, foi na Áustria. Um homem atacou dois jovens, de 17 e 19 anos, que foram levados ao hospital em estado grave. O agressor, que supostamente sofria de doença mental, foi morto durante sua fuga.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.