Tamanho do texto

Acidente ocorreu na região de Hitrino, na manhã deste sábado (10), durante transporte de cisternas de gás e deixou outras 27 pessoas feridas

Um trem que levava 20 cisternas de gás propileno e propano na Bulgária descarrilou, explodiu e deixou, ao menos, cinco pessoas mortas e outras 27 feridas. O acidente ocorreu por volta das 5h30 (0h30, no horário de Brasília) deste sábado (10), próximo à estação de Hitrino, e abalou outros 50 imóveis na região.

LEIA MAIS:  Imagens mostram 30 anos de crescimento urbano e desmatamento no Brasil

O trem viajava da cidade portuária de Bugras, na região do Mar Negro, para Ruse, próxima ao Rio Danúbio. A estação de trem, o quartel-general da polícia e várias casas próximas à linha férrea foram parcialmente destruídas. "Há uma devastação na área ao redor do local da explosão", disse o chefe da Defesa Civil da Bulgária , Nikolay Nikolov.

Segundo autoridades da Bulgária, cisternas transportadas pelo trem encostaram na rede elétrica e causaram a explosão
Reprodução/Twitter
Segundo autoridades da Bulgária, cisternas transportadas pelo trem encostaram na rede elétrica e causaram a explosão

LEIA MAIS:  Confirmada a morte de todas as 47 pessoas a bordo de avião que caiu no Paquistão

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o porta-voz da polícia local Assia Yordannova, afirmou que as duas últimas cisternas encostaram na rede elétrica, fazendo com que outras sete perdessem o contato com os trilhos. As autoridades locais também informam que muitos dos sobreviventes tiveram graves ferimentos.

"Haverá mais de cinco vítimas. Existem vários feridos com 90% de queimaduras", antecipou o primeiro-ministro, Boyko Borisov, após chegar no local do acidente. Entre os sobreviventes, ao menos três pessoas correm risco de morte e foram levadas ao hospital da cidade de Varna, que oferece mais estrutura. Segundo Borisov, os hospitais da região precisam de doações de sangue para tratar as vítimas.

LEIA MAIS: Terremoto de magnitude 6,5 atinge a Indonésia e deixa 97 mortos

Os incêndios foram controlados por volta do meio-dia (8h, no horário de Brasília). Com pouco mais de 800 habitantes, a região de Hitrino está localizada ao Norte da Bulgária, a cerca de 280 km ao nordeste da capital Sófia. A polícia disse estar investigando a causa concreta do acidente. De acordo com a Reuters, as autoridades locais afirmam que excesso de velocidade ou falha mecânica são os motivos mais prováveis para o ocorrido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.