Tamanho do texto

A urna de cedro onde se encontra as cinzas de Fidel Castro foi coberta com uma bandeira cubana e saiu de Havana na última quarta-feira (30) em cortejo para que a população pudesse prestar suas homenagens ao ex-presidente

Líder da Revolução Cubana, Fidel Castro morreu aos 90 anos; anúncio foi feito pelo seu irmão e sucessor, Raúl Castro
Ismael Francisco/ Cubadebate
Líder da Revolução Cubana, Fidel Castro morreu aos 90 anos; anúncio foi feito pelo seu irmão e sucessor, Raúl Castro

As cinzas de Fidel Castro, ex-presidente de Cuba, foram sepultadas no inicio da tarde deste domingo (4) no cemitério de Santa Ifigênia. Após nove dias de homenagens, parentes, amigos e representantes políticoas de outros países deram o último adeus ao revolucionário cubano. 

"Estou triste porque se foi o maior homem do século 20", disse o ex-presidente Lula que viajou a Cuba com a também ex-presidente Dilma Rousseff,  para homenagear o líder cubano falecido aos 90 anos. 

O atual presidente de Cuba e irmão de Fidel, Raúl Castro, em discurso prometeu que defenderá a pátrio e o socialismo em Cuba e enfatizou a importância de seu irmão na história da ilha, segundo informações da Agência Ansa. "Fidel foi um exemplo. Nos mostrou aquilo que podemos fazer. Sim, podemos superar qualquer obstáculo para a independência, a soberania da pátria e o socialismo", declarou.

Desde  o final da tarde de sábado (4) milhares de pessoas se reuniram na  Praça da Revolução de Santiago de Cuba para prestar a última homenagem ao ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, que faleceu no dia 25 de novembro.

LEIA MAIS: Morre aos 90 anos o líder cubano Fidel Castro

A urna de cedro onde se encontra as cinzas de Fidel Castro foi coberta com uma bandeira cubana e saiu de Havana na última quarta-feira (30) em cortejo para que a população pudesse prestar suas homenagens ao ex-presidente de Cuba.

O percurso foi de quase mil quilômetros e refaz o mesmo caminho da "Caravana da Liberdade", feita por Fidel e seu exército em 1959. Entre as cidades em que a urna com as cinzas do ex-presidente de Cuba estão os municípios de Matanzas, Cienfuegos e Sancti Spiritus, que foram visitadas pelo líder com caravana.

A expectativa é que o enterro seja acompanhado por milhares de cubanos, chefes de Estado e delegações vindas de vários países, inclusive pelos ex-presidentes do Brasil Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva.

LEIA MAIS:  Cinzas de Fidel se unem às de Che Guevara durante peregrinação por Cuba

Na noite de sábado (4) Raul Castro, atual presidente de Cuba e irmão de Fidel Castro, discursou sobre momentos históricos de Fidel e pediu aos jovens de Cuba que deem sequência a revolução cubana.  Raul Castro, com a voz embargada, agradeceu o apoio de todos nesse momento difícil.

Guerrilheiro

Fidel Castro morreu em Havana, na noite do dia 25, e o anuncio de sua morte foi feita por Raul Castro em rede de televisão local. O início da história política de Fidel Castro  foi em 1950, quando filiou-se ao Partido Comunista. Três anos depois, ao lado do irmão, Fidel um exército com 150 homens em um ataque a um quartel em Santiago de Cuba. O plano acabou frustrado e o político foi capturado e condenado a 15 anos de prisão.

Sem desistir de seus ideais, Fidel Castro, consegue voltar a Cuba escondido e derruba o ditador Fulgêncio Batista, em uma luta que durou três anos.

* Com informações da Agência Ansa e da Agência Brasil

 LEIA MAIS:  Os dez segredos da vida privada de Fidel Castro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.