Tamanho do texto

Segundo autoridades, incêndio que atinge Tennessee há mais de uma semana teria sido "provocado por atividade humana"; mais de 45 ficaram feridos

Incêndio obrigou mais de 14 mil pessoas a deixarem a região e ao menos 74 precisaram de atendimento médico
Divulgação/Tennessee Higway Patrol
Incêndio obrigou mais de 14 mil pessoas a deixarem a região e ao menos 74 precisaram de atendimento médico

Uma série de incêndios florestais  atinge desde a semana passada uma zona turística nas montanhas do Tennessee, nos Estados Unidos. O número de mortos já chega a 11, tornando o incidente o caso com maior número de civis mortos em 13 anos no país.

Segundo as autoridades locais, o incêndio teria sido "provocado por atividade humana" e já obrigou ao menos 14,5 mil pessoas a deixarem suas casas. O fogo se espalhou ao longo dos últimos dias por todo o Parque Nacional Great Smoky Mountains até as localidades turísticas de Gatlinburg e Pigeon Forge. Ao todo, 74 pessoas precisaram ser hospitalizadas.

Os fortes ventos e a vegetação árida da região viraram combustível para o fogo que foi propagado por todas as regiões. Dos 17,1 mil hectares destruídos pelo fogo, 10,8 mil se encontram dentro do parque nacional.

LEIA TAMBÉM:  Trump ameaça empresas que querem sair dos EUA e condena entrada de imigrantes

O prefeito do condado de Sevier, Larry Water, disse nesta semana que cerca de 700 casas e lojas foram consumidas pelas chamas. Ao todo, 26 incêndios foram registrados pelo Departamento de Agricultura do Tennessee, porém as buscas por vítimas está diminuindo.

"Acredito que é justo dizer que os trabalhos de resgate estão diminuindo e que temos uma alta porcentagem de todas as áreas que foram reviradas. Uma grande porcentagem da cidade e do condado foi monitorada", afirmou Water.

Segundo a Agência de Administração de Emergências, diversas estradas foram bloqueadas pela queda de árvores e de fios de alta tensão elétrica e os voos permanecerão restringidos temporariamente.

LEIA TAMBÉM:  Em busca de leão à solta, polícia dos EUA encontra "surpresa" bizarra em câmeras

Maior número de civis mortos desde 2003

Com a confirmação de 11 mortos em decorrência dos incêndios em Tennessee, o incidente já é considerado o mais fatal desde 2013, quando 19 bombeiros morreram em uma região no estado do Arizona.

Quando analisado apenas o número de civis mortos, o incêndio do Parque Nacional Great Smoky Mountains já é o maior desde que 15 pessoas, incluindo um bombeiro, perderam suas vidas no incêndio de Cedar Fire, no sul da Califórnia, em 2003. A informação foi confirmada pela porta-voz da National Interagency Fire Center, Jessica Gardetto, à agência de notícias Reuters.

Nenhuma das vítimas do incêndio do Tennessee foram publicamente identificadas até o momento, mas acredita-se que sejam todos moradores da região. A informação é de um dos agentes que atuam no combate às chamas e foi reportada pela Reuters.

*Com informações da Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.