Tamanho do texto

Veículo, que levava 35 alunos, se chocou contra uma árvore na cidade, matando cinco crianças imediatamente; sexta vítima morreu no hospital

Motorista do ônibus foi preso, já que existe a suspeita de que o acidente tenha sido causado por excesso de velocidade
Reprodução/Twitter/ChattFireDept
Motorista do ônibus foi preso, já que existe a suspeita de que o acidente tenha sido causado por excesso de velocidade

Seis crianças morreram em um acidente com um ônibus escolar na última segunda-feira (21) em Chattanooga, no Tennessee, sudeste dos Estados Unidos. 

VEJA AINDA:  PR confirma a desfiliação da deputada federal Clarissa Garotinho

O ônibus , que carregava pelo menos 35 alunos, se chocou contra uma árvore na cidade, matando cinco crianças imediatamente. A sexta vítima faleceu no hospital.

Os passageiros eram alunos da escola primária Woodmore e tinham entre 4 e 13 anos de idade.

O motorista do ônibus, Johnthony Walker, de 24 anos, foi preso pela polícia local, já que existe a suspeita de que o acidente tenha sido causado por excesso de velocidade. Havia alunos do jardim de infância ao 5º ano do ensino fundamental no ônibus.

Investigações sobre o acidente

Durante uma coletiva de imprensa, o subchefe da polícia de Chattanooga, Tracy Arnold, afirmou que várias pessoas haviam morrido, mas não chegou a divulgar o número exato de vítimas, que foi confirmado mais tarde.

Arnold adiantou que as autoridades não iriam identificar os estudantes falecidos, nem as suas idades, até que os pais fossem informados.

LEIA TAMBÉM:  Rio: deputados voltam a discutir pacote anticrise na Alerj

"Espero de todo coração que não tenhamos mais vítimas, mas não sei o estado de saúde dos alunos hospitalizados", afirmou o chefe de polícia, Fred Fletcher, ao informar que 24 passageiros foram levados para hospitais da região.

"Acreditamos que 35 crianças estavam no ônibus escolar, dos menores até alunos do quinto ano. É um pesadelo absoluto para a cidade", declarou Fletcher.

E MAIS:  Após terremoto, pequeno tsunami atinge região traumatizada de Fukushima

Fletcher disse ainda que o ônibus foi o único veículo envolvido no acidente e que a polícia esta apurando o que causou o acidente. "A velocidade centra as investigações como fator provável do acidente", disse o policial, antes de informar que a "estrada estava livre e seca, sem problemas de tráfego.

O governador do Tennessee, Bill Haslam, classificou o incidente como “um evento trágico” e garantiu que será prestada toda a assistência aos feridos.

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.