Tamanho do texto

De acordo com o futuro vice-presidente, Mike Pence, Donald Trump e Mitt Romney se encontraram para uma "boa conversa" no sábado (19)

O futuro presidente dos Estados Unidos, recentemente eleito, Donald Trump , estuda a possibilidade de o republicano Mitt Romney ser seu próximo secretário de Estado . A informação foi confirmada neste domingo (20) por Mike Pence, o vice-presidente de Trump.

LEIA TAMBÉM:  Entenda como a eleição de Trump afeta a luta contra o racismo

Mitt Romney pode ser o futuro secretário de Estado dos EUA, sgundo Mike Pence
Creative Commons/Gage Skidmore
Mitt Romney pode ser o futuro secretário de Estado dos EUA, sgundo Mike Pence


Mitt Romney é um empresário e político americano que concorreu pelo Partido Republicano, contra Barack Obama , nas eleições de 2012 dos Estados Unidos, em que acabou perdendo.

LEIA MAIS:  Romney desiste de concorrer à Presidência dos EUA em 2016

De acordo com Pence, Trump se encontrou com Romney  em Nova York no sábado (19) e tiveram uma "boa conversa". "Sei que Romney é considerado ativamente por Trump como o futuro secretário de Estado", disse o futuro vice-presidente.

Mike Pence ainda informou que a prioridade do novo governo será primeiramente "abolir", nas palavras dele, as medidas na área da saúde que foram tomadas por Barack Obama nos últimos mandatos, que foram conhecidas como "Obamacare". No lugar disso, eles devem implementar "as soluções propostas por Trump na campanha".

A real mudança do " Obamacare ", por Trump, foi colocada em cheque quando Obama se encontrou com o futuro presidente na Casa Branca. Por mais que na campanha eleitoral ele pregasse com convencimento a "imediata revogação" do programa, incluindo a proposta de fazer isso em seu primeiro dia como presidente.

Depois de eleito e de se encontrar com o atual presidente ele afirmou: "Parece que isso é um dos seus pontos fortes, assim como a extensão da cobertura a menores que vivem com seus pais, agrega custos, mas vamos tentar manter".

A legislação do programa de saúde de Obama é repudiada pelos republicanos, que afirmam que ela impõe custos muitos altos às empresas, além de incluir o Estado de forma não desejada em assuntos privados.

Pence ainda colocou como prioridades secundárias lidar com a imigração ilegal e reestruturar os impostos dos Estados Unidos: "Trabalharemos depois para por fim na imigração ilegal, retomar a economia com a reforma do sistema de impostos fiscais e reconstruir a infraestrutura do país".

LEIA TAMBÉM: Donald Trump anuncia auxiliares e deve manter linha dura com imigrantes

Romney e Trump foram inimigos durante a última campanha eleitoral, de 2016, para a presidência dos Estados Unidos. Durante a campanha, Mitt Romney afirmou que Donald Trump era uma fraude e ainda criticou a postura dele por, segundo Romney, "fazer o povo de bobo". Já o futuro mandatário presidente americano disse que Romney era um "fracassado", fazendo menção às eleições presidenciais de 2012, que ele acabou perdendo para Barack Obama - quando iniciou seu segundo mandato.

* com informações de agência Ansa

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.