Tamanho do texto

No domingo, brasileiro quebrou uma estátua de madeira, do século 18, no Museu Nacional de Arte Antiga de Portugal enquanto tentava tirar uma foto

De acordo com o Museu Nacional de Arte Antiga de Portugal, uma das obras de arte derrubada é do século 18
Facebook/Reprodução
De acordo com o Museu Nacional de Arte Antiga de Portugal, uma das obras de arte derrubada é do século 18

Umturista brasileiro virou notícia nesta segunda-feira (6) depois de se envolver em um "desastre" com obras de arte no Museu Nacional de Arte Antiga de Portugal: segundo foi divulgado, ele teria derrubado  uma estátua de madeira , do século 18, enquanto tentava tirar uma foto, neste domingo (6).

De acordo com a página do museu no Facebook, a sala onde estava a obra de arte acabou sendo interditada e uma equipe de Conservação e Restauro precisou ser acionada para avaliação dos prejuízos e da consequente intervenção. Mas, o turista brasileiro não foi a primeira pessoa (e provavelmente não será a última) a danificar obras de arte valiosas no mundo.

Confira agora outros casos de desastres semelhantes:

Garçom e a estátua de quase dois mil anos

Um garçom que trabalha no Museu Britânico, em Londres, danificou por acidente uma preciosa estátua romana de quase dois mil anos. O caso ocorreu em dezembro do ano passado. O garçom era funcionário de uma empresa terceirizada e estava preparando um evento corporativo nas galerias sobre Grécia e Roma antigas.

Ele se abaixou sob a estátua da deusa do amor Vênus, uma das mais importantes do museu. Ao se levantar, ele bateu com a cabeça na mão direita da escultura , quebrando seu dedão, que caiu no chão, mas permaneceu intacto. A obra já foi restaurada

Comprada pelo museu em 1805, estátia Vênus de Townley já foi restaurada desde o incidente, ocorrido em 2015
British Museum/Divulgação
Comprada pelo museu em 1805, estátia Vênus de Townley já foi restaurada desde o incidente, ocorrido em 2015

Patativa sem cartão-postal

A cidade natal de Patativa do Assaré ficou sem um de seus cartões-postais. A estátua do popular poeta cearense, que ornava a praça da Igreja Matriz da pequena Assaré, no Cariri cearense, foi quebrada em diversas partes.

O acidente que partiu a escultura que reproduz o franzino poeta, nascido em 1909 e morto em 2002, foi provocado em março de 2011 por um turista que subiu no pedestal da estátua para fazer uma foto ao lado da imagem de seu ídolo. Por ser feita de resina, a peça não tinha condições para ser restaurada.

Turista americano e estátua

Uma estátua do século 14 teve o dedo quebrado por um turista americano  na cidade de Florença, Itália, em 2013. Um segurança viu quando o homem tocava a estátua e tentou impedir que ele continuasse, mas já era tarde demais.

Acredita-se que a escultura é um trabalho de Giovanni d'Ambrogio, da região de Florença, cujas obras de artes foram feitas entre os anos 1382 e 1418. Ele é considerado o precursor de Donatello. O turista foi publicamente criticado pelo diretor do museu. "Não toque", afirmou Timothy Verdun, é uma regra "fundamental" de um museu que foi esquecida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.