Tamanho do texto

Assista momento em que o candidato republicano sai do palco protegido por agentes do Serviço Secreto, logo após tumulto na platéia

Donald Trump é protegido por agentes de segurança durante comício em Reno
Reprodução/Instagram
Donald Trump é protegido por agentes de segurança durante comício em Reno

No sábado (05), o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, foi interrompido durante o comício, em Reno, no estado de Nevada, após acontecer um tumulto no meio da platéia. Agentes do Serviço Secreto dos Estados Unidos o retiraram do palco, mas a ameaça acabou sendo um alarme falso. 

+ Quem é Donald Trump, ’outsider’ que desafiou todos os prognósticos

Logo no início da confusão, testemunhas disseram que Donald Trump tentou entender o que estava acontecendo, mas dois agentes já se colocaram na frente e o retiraram do palanque. Parte da multidão também saiu correndo nesse momento, enquanto outras pessoas fizeram um círculo ao redor de um homem, que foi detido.

Rumores mostraram que falso alarme se deu quando algumas pessoas que assistiam o discurso gritaram "arma!", momento no qual o Serviço Secreto interrompeu o comício. Segundo fontes do Departamento de Segurança Nacional, citadas pelo canal americano "ABC", informaram que a multidão entrou em pânico quando o homem detido tentou suspender um cartaz e que ele não estava armado.

O candidato republicano voltou ao palco depois de alguns minutos e afirmou que "Nunca irão nos deter". Ele também publicou um comunicado após um comício agradecendo a rapidez dos agentes do Serviço Secreto e as pessoas presentes em Reno: "Quero agradecer às milhares de pessoas que estão aqui, por seu apoio inabalável e inacreditável."

+ Eleições nos Estados Unidos ocorrem por meio de delegados; entenda

Assista o momento em que o Donald Trump é retirado do palco:


+ O 'caso de amor' entre Donald Trump e a imprensa russa

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.