Tamanho do texto

No entanto, a mulher ficou sem o dinheiro e sem o pai, que foi preso com outras cinco pessoas suspeitas horas antes do "sim" da jovem

ensaio noivas
Allan Kaiser/ Letícia Sicsú / Julio Santos
ensaio noivas

Um homem foi preso em Turim, na Itália, por pertencer a um grupo criminoso que roubava bancos na região. Mas, ao ser preso, o que chamou a atenção foi o motivo do crime: ele participou de uma ação que lhe rendeu €150 mil para dar de presente à filha, que iria se casar.

Veja mais:  casamento é cancelado após flagra de traição na despedida de solteira

No entanto, a mulher ficou sem o dinheiro e sem o pai, que foi preso com outras cinco pessoas horas antes do "sim" da jovem. O grupo cometeu o assalto no dia 26 de agosto e foi reconhecido por alguns dos clientes e diretores do banco, que foram trancados em uma sala durante a ação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.