Tamanho do texto

Conhecida como "Santa Inocência", a jovem teria sido esfaqueada há 300 anos pelo pai depois de tê-lo desobedecido ao tomar o sacramento religioso

Turista teria filmado momento em que Santa Inocência abriu os olhos em igreja de Guadalajara, na região central do México
Reprodução/Youtube BE NEWS
Turista teria filmado momento em que Santa Inocência abriu os olhos em igreja de Guadalajara, na região central do México


O site britânico "Mirror" publicou um vídeo assustador que mostra o corpo de uma santa morta há 300 anos abrindo os olhos na Catedral de Guadalajara, em Jalisco, na região central do México. De acordo com a publicação, um turista filmava a igreja quando capturou o movimento da "Santa Inocência". 

LEIA MAIS:  Estátua de Jesus Cristo "abre e fecha os olhos" em capela no interior do México

O vídeo da Santa já foi visualizado por um milhão de pessoas e vem causando controvérsia na internet. Enquanto alguns internautas acreditam que o ocorrido não passa de uma montagem, outros afirmam que se trata de um milagre.

De acordo com o também britânico "Express", o autor da filmagem não teria percebido o momento em que Inocência abre os olhos enquanto filmava, só notando o fato quando mostrou as imagens para sua família. Assista ao vídeo:


Origens de Inocência

Ainda de acordo com o "Mirror", existem diversas versões sobre o passado de Inocência. A mais popular é a de que ela foi morta pelo próprio pai depois de ter descumprido as ordens de não receber o sacramento religioso.

LEIA MAIS:  Avô retorna para casa após família "cremá-lo"

Fazer a Primeira Comunhão era o sonho da jovem, que o conseguiu cumprir quando freiras da escola em que estudava a incluíram na turma da cerimônia. Quando o pai de Inocência ficou sabendo, teve um ataque de fúria e a teria esfaqueado até a morte.

Corpo da Santa Bernadette também é considerado como
Youtube/Reprodução
Corpo da Santa Bernadette também é considerado como "incorrupto", em que o cadáver não sofre muitas modificações


Tornando-se santa

Depois do ocorrido, moradores se sensibilizaram com a história da jovem e levaram seu corpo à Catedral de Guadalajara, onde hoje é protegido por um vidro. Devido a um tratamento de cera, o corpo de Inocência, considerado "incorrupto", apresenta uma aparência semelhante à de uma estátua.  

Incorruptibilidade após a morte

Essa não é a primeira vez que o fenômeno conhecido entre os religiosos como "corpo incorrupto", em que o cadáver permanece com poucas modificações após a morte, ocorre. Um dos casos mais conhecidos é o da Santa Bernadette de Lourdes, morta em 1879. 

De acordo com religiosos, Bernadette teria se encontrado diversas vezes com Nossa Senhora que a teria tornado Santa. O corpo de Bernadette, coberto com uma fina camada de cera, permanece exposto intacto em uma urna na Igreja de Saint Gildard, em Nervers, na França.