Tamanho do texto

Formações armadas ilegais foram registradas nas províncias de Damsco, Aleppo, Latakia e Homs, segundo informações do Ministério da Defesa

Sírio mostra destruição causada por bombardeios – Estado Islâmico e Frente al-Nusra não fazem parte do cessar-fogo
Al Jazeera/ Reprodução 24.09.2016
Sírio mostra destruição causada por bombardeios – Estado Islâmico e Frente al-Nusra não fazem parte do cessar-fogo

O Centro Russo para a Reconciliação da Síria registrou  28 violações do regime de cessar-fogo na Síria nas últimas 24 horas. A informação é do Ministério da Defesa e foi divulgada neste sábado (24).

LEIA MAIS:  Explosão na região central de Budapeste deixa ao menos dois feridos

"Nas últimas 24 horas, 28 casos de violação do cessar-fogo foram registrados do lado das formações armadas ilegais nas províncias de Damsco, Aleppo, Latakia e Homs", afirmou o Ministério da Defesa em seu site.

"A Força Aérea Russa e a Força Aérea Síria não realizaram ataques contra formações da oposição armada, que seguem o regime de cessar-fogo e informam os centros russos ou americanos para a reconciliação sobre sua localização", diz o boletim.

Os grupos terroristas Estado Islâmico e a Frente al-Nusra não fazem parte do cessar-fogo na Síria.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.