Tamanho do texto

Imagens compartilhadas por opositor do governo de Maduro viralizaram e causaram comoção em país que passa por grave crise político-econômica

Crise força hospital a colocar bebês para dormirem em caixas de papelão na Venezuela causando comoção no país
Twitter @MiguelManella1 /Reprodução
Crise força hospital a colocar bebês para dormirem em caixas de papelão na Venezuela causando comoção no país


As imagens de um hospital na Venezuela que passou a adotar caixas de papelão por falta de berços para acomodar bebês recém-nacidos viralizou e causou comoção no país nesta quarta-feira (21). 

LEIA MAIS:  Presidente da Venezuela é perseguido e xingado por multidão furiosa em visita

Divulgadas por um dirigente opositor ao governo de Nicolás Maduro, as imagens teriam sido tiradas em um hospital da cidade de Barcelona, no estado de Anzoátegui, no leste da Venezuela .

O diretor nacional do Seguro Social, Carlos Rotondaro, afirmou que irá abrir uma investigação para averiguar as denúncias.

Mergulhada em uma severa crise político-econômica, os venezuelanos lidam com a escassez de itens básicos, como alimentos, papel higiênico e remédios.  Segundo o presidente da Federação Médica venezuelana, Douglas León, os centros médicos estão operando com apenas 5% dos materiais necessários. Neste ano, duas crianças morreram pela falta de medicamentos no país.

LEIA MAIS: Maduro paralisa venda de alimentos e população se revolta na Venezuela

A violência também acúmula indíces nunca antes vistos. A taxa de mortalidade no país quadruplicou, obrigando as pessoas a ficarem trancadas em suas casas. 

Maduro é acusado pela oposição de que sua má administração teria megulhado o país na atual crise.  A Venezuela sofre com uma inflação galopante que, segundo ao Fundo Monetário Internacional (FMI), deve chegar a 700% neste ano.

Modelo Finlândes

Na Finlândia, o berço de papelão é tradição há 75 anos, entregue às gestantes como um kit maternidade do governo
Twitter/Reprodução
Na Finlândia, o berço de papelão é tradição há 75 anos, entregue às gestantes como um kit maternidade do governo


Na Finlândia, país que goza de condições de primeiro mundo, as caixas de papelão são utilizadas como o primeiro berço do bebê há 75 anos. O modelo é visto como democrático e foi desenvolvido para dar aos filandeses um começo de vida igual, independente de classes sociais. 

LEIA MAIS:  Líder de oposição na Venezuela é preso mais uma vez

Bem diferente da Venezuela, o kit de maternidade dado pelo governo finlandês é composto por uma caixa equipada com colchão, cobertor, roupas de inverno, produtos de banho e fraldas. 

*Com informações da agência Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.