Tamanho do texto

Após explosão deixar 28 feridos nos EUA, Hillary afirma ser a única capaz de lidar com o problema, enquanto Trump acusa Casa Branca de minimizar atos

Em discurso em Nova York, Barack Obama, frisou que os americanos não se renderão ao medo do terrorismo
Pixabay / Divulgação
Em discurso em Nova York, Barack Obama, frisou que os americanos não se renderão ao medo do terrorismo


Após a explosão de uma bomba em Nova York , e um homem tentar esfaquear diversas pessoas em um shopping em Minessota no último sábado (17), deixando ao menos 37 pessoas feridas nos dois atos, o presidente dos Estados Unidos (EUA), Brack Obama, assegurou que os norte-americanos "jamais se renderão ao medo" do terrorismo.

LEIA MAIS:  Bomba explode em Nova York e deixa 29 pessoas feridas

Em pronunciamento realizado em Nova York, Obama alertou que terroristas tentam "infiltrar o medo" e pediu aos americanos que cumpram o dever "como cidadãos, garantindo que não sucumbamos ao medo" do terrorismo , sem citar o nome de qualquer grupo. 

O democrata ainda assegurou que a coalização internacional contra jihadistas do Estado Islâmico na Síria e no Iraque continuará.

A candidata democrata , Hillary Clinton, afirma ser a
Divulgação - 01.09.16
A candidata democrata , Hillary Clinton, afirma ser a "única candidata preparada" para combater o terrorismo no país


Eleições

Ao comentar os eventos do fim de semana, a candidata à Casa Branca, Hillary Clinton, disse nesta segunda-feira que é a única candidata capaz de lidar com os "problemas do terrorismo", reconheceu a ameaça e frisou que irá "derrotar a ideologia do mal".

LEIA MAIS:  EUA dizem que ataque que matou 80 em pleno cessar-fogo na Síria foi acidental

Já o republicano Donald Trump acusou a Casa Branca de minimizar a gravidade das explosões. "Diminuir a ameaça que o governo Obama permitiu se materializar sob seus cuidados, colocando a todos em risco, é mais um lembrete de que precisamos de uma nova liderança na luta contra o terrorismo islâmico radical", disse o porta-voz de Trump, Jason Miller, em comunicado.

O candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, acusa a Casa Branca de minimizar o terrorismo
Facebook/Reprodução
O candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, acusa a Casa Branca de minimizar o terrorismo


Segurança redobrada

O ataque a bomba que ocorreu em Nova York coincidiu com a presença de chefes de Estado de todo o mundo, que vão participar da assembleia geral das Nações Unidas nesta semana.

LEIA MAIS:  Justiça prorroga prisão de oito presos por associação ao terrorismo

Obama também está em Nova York em companhia das filhas. "Nunca tivemos, em toda a história, tanta segurança na cidade quanto estamos tendo agora", disse o governador de Nova York, Andrew Cuomo.

*Com informações da Agência Ansa

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.