Tamanho do texto

Facção terrorista divulgou nota comunicando ligação com militante que deixou oito feridos em shopping neste sábado; autor do ataque foi morto por policial

Área atingida por explosão na noite deste sábado (17) em Nova York; incidente deixou ao menos 29 feridos
Don Pollard/ Office of Governor Andrew M. Cuomo
Área atingida por explosão na noite deste sábado (17) em Nova York; incidente deixou ao menos 29 feridos

A agência de notícias Amaq, que é considerada a representação oficial na mídia do grupo Estado Islâmico, publicou uma nota neste domingo (18) dizendo que o ataque a faca realizado no estado americano de Minnesota, no sábado (17), foi perpetrado por um "soldado" jihadista.

"O executor dos ataques em Minnesota era um soldado do Estado Islâmico e realizou a operação em resposta a um chamado para mirar cidadãos dos países pertencentes à coalizão" que combate o grupo na Síria e no Iraque, apontou a agência.

O ataque realizado na noite do sábado resultou em oito pessoas feridas após um agressor entrar em um shopping na cidade de St. Cloud gritando "Allahu akbar" ("Deus é grande") em árabe, e golpeando os transeuntes com uma faca. Todas as vítimas tiveram que ser hospitalizadas, mas nenhuma corre risco de vida.

O agressor foi morto por um policial que estava de folga e se encontrava no local no momento do ataque. Ainda não está claro se o grupo planejou o ataque ou se foi realizado por um "lobo solitário" simpatizante da causa. A atitude é encorajada pelo EI.

Prefeito de Nova York descartou ligação entre explosão de bomba e atos de terrorismo; cidade sediará evento da ONU nesta semana
Michael Appleton/ Mayoral Photography Office
Prefeito de Nova York descartou ligação entre explosão de bomba e atos de terrorismo; cidade sediará evento da ONU nesta semana

LEIA TAMBÉM:  Explosivo encontrado em Nova York é igual ao do atentado à Maratona de Boston

Até o momento, as autoridades norte-americanas não comentaram a declaração, mas, em comunicados anteriores, descartaram a hipótese de uma ligação com o terrorismo "por falta de provas".

Bomba

Além do ataque em Minnesota, a noite deste sábado também foi marcada por uma explosão que atingiu o bairro de Chelsea , em Nova York, deixando pelo menos 29 feridos.

Segundo o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, o ato foi "intencional", mas, por enquanto, ainda não há ligação com terrorismo.

O incidente acontece pouco dias antes da abertura da 71ª Assembleia Geral da ONU , na próxima terça-feira (20) na sede da organização, em Nova York.

Desde 1949, o presidente brasileiro abre tradicionalmente o debate geral. Michel Temer embarcou aos Estados Unidos na manhã deste domingo.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.