Tamanho do texto

Autoridades alemãs acreditam que os refugiados chegaram ao país em novembro com documentos falsos e dinheiro fornecidos pelo Estado Islâmico

Supostos solicitantes de asilo na alemanha teriam sido treinados na Síria pelo grupo jihadista Estado Islâmico
Twitter/Reprodução
Supostos solicitantes de asilo na alemanha teriam sido treinados na Síria pelo grupo jihadista Estado Islâmico


Três solicitantes de asilo foram detidos nesta terça-feira (13) no norte da Alemanha sob a suspeita de ligações com o grupo jihadista Estado Islâmico. Segundo a polícia alemã, o grupo planejava atentados na Europa.

LEIA MAIS:  A militante morta cuja luta contra o Estado Islâmico foi minimizada pela beleza

As operações contra os supeitos ligados ao Estado Islâmico ocorreram em três centros de acolhimento de imigrantes e habitações no norte do país, nas regiões da Baixa Saxônia e Schleswig-Holstein. 

Segundo autoridades locais, foram realizadas seis ações com cerca de 200 agentes de segurança. Além das prisões, foram confiscados celulares e documentos que passarão por investigações.

LEIA MAIS:  Síria inicia cessar-fogo nesta segunda-feira após acordo entre EUA e Rússia

Os suspeitos, identificados como Mahir Al-H., de 17 anos, Mohamed A., 26, e Ibrahim M., 18, eram investigados pelo Serviço de Segurança Interna por possíveis ligações com os jihadistas do EI e tinham seus passos acompanhados há meses.

Segundo o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, os acusados podem estar ligados aos atentados realizados em 13 de novembro em Paris, na França, que deixaram ao menos 130 mortos e centenas de feridos.

LEIA MAIS:  Em vídeo, jihadista diz que Estado Islâmico "rezará em Roma"

"Temos evidências de que a organização responsável pelos ataques em Paris também trouxeram essas três pessoas à Alemanha", afirmou Maizière em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira. 

Autoridades alemãs acreditam que os refugiados chegaram ao país em novembro com documentos falsos e dinheiro fornecidos pelo EI.

Os supostos terroristas teriam recebido treinamento em Raqqa, reduto dos jihadistas na Síria, antes de partirem para a Europa por meio da rota balcânica, que passa por Turquia e Grécia.

Polícia alemã prende suspeito de ataque; agências de segurança estão em alerta máximo após três ataques de refugiados
DailyMail/Reprodução - 24.07.2016
Polícia alemã prende suspeito de ataque; agências de segurança estão em alerta máximo após três ataques de refugiados



Alerta reforçado

As agências de segurança alemãs estão em alerta máximo depois do país sofrer três ataques terroristas por refugiados no país em julho. A polícia acredita que dois deles tiveram motivações políticas. 

Maizière ainda alertou que é "errado generalizar a suspeita a todos os refugiados" e pediu ajuda da população no combate à crescente onda de terrorismo no país. 

*Com informações da Agência Ansa

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.