Tamanho do texto

Abalo deixou ao menos três mortos, sendo duas crianças, em Myanmar; tremor também foi sentido em países como Tailândia, Índia e Bangladesh

Reprodução de televisão de Myanmar mostra rastro de destruição deixado por tremores em região turística do país
CCTV/Reprodução - 24.08.16
Reprodução de televisão de Myanmar mostra rastro de destruição deixado por tremores em região turística do país

Um terremoto de 6,8 graus na escala Richter – superior ao registrado horas antes na Itália  – atingiu países da Ásia nesta quarta-feira (24), deixando um rastro de destruição em áreas residenciais e derrubando dezenas de construções históricas na região. Em Myanmar, ao menos três pessoas morreram, entre elas duas crianças. O tremor também foi sentido na Índia, Tailândia e Bangladesh.

LEIA MAIS:  Após terremoto, prefeito diz que metade de cidade italiana não existe mais

O Ministério de Assuntos Religiosos e Culturais de Myanmar informou que mais de 90 templos budistas foram destruídos na cidade de Bagan, antiga capital, localizada na região central do país, que abriga mais de dois mil templos milenares, sendo um dos principais centros turísticos da região. As maiores vítimas, no entanto, moravam em zonas rurais, onde a falta de infraestrutura é acentuada.

LEIA MAIS:  Forte terremoto na Itália deixou ao menos 21 mortos, dizem autoridades locais

De acordo com o centro norte-americano de monitoração da atividade sísmica, Serviço Geológico dos Estados Unidos, o tremor teve uma profundidade de mais de 80 km e foi tão intenso que foi sentido em Bangkok, na Tailândia, a cerca de mil quilômetros de seu epicentro. No oeste da cidade indiana de Kolkata, os edifícios tremeram e os trens foi temporariamente desligados antes de possíveis tremores secundários.

O terremoto também foi sentidos em Bangladesh, que faz fronteira com Myanmar, onde a mídia local informou que ao menos 20 pessoas ficaram feridas.

*Com informações da Ansa

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.