Tamanho do texto

Segundo o governador de Gaziantep, Ali Yerlikaya, a explosão foi um ato terrorista causado por um homem-bomba contra convidados na festa curda

O número de mortos no atentado a bomba durante uma festa de casamento neste sábado (20) na cidade de Gaziantep, no sul da Turquia, já chega a 50, enquanto o número de feridos é de, pelo menos, 94, de acordo com autoridades locais.

A explosão aconteceu numa festa no bairro de Sahinbey, no centro da cidade . Segundo o governador de Gaziantep, Ali Yerlikaya, a explosão foi um ato terrorista e causado por um homem-bomba.

O casamento era realizado em uma rua residencial, prática comum no sul da Turquia. Ainda não foi esclarecido como o homem-bomba invadiu o local.

Testemunhas disseram à rede de TV turca que a explosão foi grande o suficiente para ser ouvida em bairros distantes do local do atentado.

Leia mais:  Dois carros-bomba matam 6 e deixam quase 220 feridos na Turquia

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que o ataque teve as "marcas" do Estado Islâmico, ao qual o país tem combatido por meio de uma coalizão internacional. Autoridades turcas não forneceram imediatamente mais detalhes sobre o atentado e nenhum grupo até o momento reivindicou a autoria do ataque.

A Turquia tem sido abalada por uma onda de ataques desde o ano passado reivindicados pelos rebeldes curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) ou pelo Estado Islâmico. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.