Tamanho do texto

Tarik foi acusado formalmente de participação em organização terrorista estrangeira, perturbação da ordem, privação da liberdade e outras infrações

Procuradores da Alemanha apresentaram acusações de terrorismo contra um homem de 22 anos que teria se juntado ao Estado Islâmico na Síria e teria aparecido em vídeos de propaganda do grupo.

O homem, de nacionalidade alemã, foi identificado apenas como Tarik S., devido as leis de privacidade. Ele foi acusado formalmente de participação em uma organização terrorista estrangeira, perturbação da ordem, privação da liberdade, entre outras infrações.

Ele supostamente se juntou ao Estado Islâmico perto de janeiro de 2014, ao dominar um checkpoint, mantendo como refém um motorista de caminhão. Ele também é acusado de aparecer em vídeos de propaganda do Estado Islâmico, especificamente em um no qual faz piada com um cadáver decapitado.

O suspeito, que estava na Síria, retornou para a Alemanha em março deste ano, pois sua mulher estava grávida. Ele foi preso no aeroporto de Frankfurt.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico