Tamanho do texto

Segundo republicano, objetivo de teste é saber o posicionamento dos estrangeiros sobre liberdade religiosa, igualdade de gênero e direitos LGBT

Há alguns meses, Trump causou polêmica ao afirmar que proibiria a entrada no país de todos aqueles que seguem o Islã
Robyn Beck/ AFP/ Estadão Conteúdo
Há alguns meses, Trump causou polêmica ao afirmar que proibiria a entrada no país de todos aqueles que seguem o Islã


O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que, se for eleito presidente, irá fazer "teste ideológico" nos imigrantes que quiserem morar no país. A divulgação desse "plano" ocorreu durante um comício em Ohio, na noite da segunda-feira (15).

LEIA MAIS:  Partidário de Trump escala prédio para pedir audiência com republicano

Segundo o magnata, o objetivo da ideia é saber quais são as posições do estrangeiro sobre temas como a liberdade religiosa, igualdade de gêneros e direitos das pessoas homossexuais. Trump prometeu um "controle extremo" para a entrada de imigrantes, bloqueando todos aqueles que demonstrarem simpatia por grupos extremistas.

LEIA MAIS:  Hillary Clinton diz que Donald Trump incita segregação na sociedade

Dessa vez, no entanto, o candidato não voltou seu discurso contra os muçulmanos. Há alguns meses, ele causou polêmica ao afirmar que proibiria a entrada no país de todos aqueles que seguem o Islã.

Em novembro, Trump enfrenta a candidata democrata, Hillary Clinton, na corrida à Casa Branca. 

    Leia tudo sobre: Donald Trump

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.