Tamanho do texto

País andino tem registros de terremotos em praticamente todos os anos; em 1970, violento tremor na região norte do Peru deixou cerca de 70 mil mortos

Imagem do Google Maps mostra área que foi atingida pelo tremor de 5,2 graus, ocorrido na noite de domingo, no sul do país
Google Maps
Imagem do Google Maps mostra área que foi atingida pelo tremor de 5,2 graus, ocorrido na noite de domingo, no sul do país

Um terremoto de 5,2 graus de magnitude na Escala Richter deixou ao menos nove mortos e dezenas de pessoas feridas no Departamento de Arequipa, no sul do Peru. O tremor, registrado pelo Instituto Geofísico do país na noite de domingo (14), foi confirmado pelas autoridades na manhã desta segunda-feira (15).

LEIA MAIS:  Terremoto de magnitude 7,6 atinge fronteira entre Peru e o Brasil

Apesar do número de mortos divulgado anteriormente, o governo peruano não descarta que o terremoto tenha feito mais vítimas, já que equipes de resgate ainda trabalhavam à procura de sobreviventes na região até a publicação desta reportagem. 

Em suas páginas nas redes sociais, o presidente Pedro Pablo Kuczynski afirmou que está acompanhando a situação na região e que seu vice, Martín Vizcarra, viajou a ela para acompanhar os trabalhos das equipes. "O ministro da Defesa, Mariano González, está responsável por coordenar as operações de resgate", postou o mandatário.

LEIA MAIS:  Entenda como acontecem os terremotos

Segundo a imprensa local, cerca de 80 casas foram danificadas pelo tremor, que também levou ao bloqueio de estradas devido a uma série de desmoronamentos ocorridos após o seu registro.  O epicentro ocorreu  a dez quilômetros de Chivay, a uma profundidade de oito quilômetros.

Terra de terremotos

Localizado na Cordilheira dos Andes, o Peru, assim como outros países da região, como Chile e Bolívia, sempre conviveu com tremores que deixaram milhares de mortos em seu território. Há registros de casos ainda dos tempos coloniais, como em 1600, 1604 e 1619 – com mais de dez mil vítimas no total.

Em 2007, um violento sismo de oito graus na Escala Richter com epicentro a cerca de 150 quilômetros da capital do país, Lima, deixou ao menos 595 mortos, mais de 2,2 mil feridos, além de ter destruído cerca de 76 mil residências.  

LEIA TAMBÉM:  Equador é atingido pelo terceiro terremoto em menos de uma semana

Em 2001, um outro tremor, ocorrido também em Arequipa, departamento onde foi registrado o sismo de domingo, matou mais de cem pessoas. Nenhum deles, no entanto, se compara ao grande terremoto de 1970, na região norte do país: no total, mais de 70 mil pessoas morreram na ocasião. Aproximadamente 20 mil delas nunca tiveram seus corpos encontrados.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.