Tamanho do texto

Acidente aconteceu na planta da Processadora de Níquel de Izabal, localizada a 320 quilômetros da capital do país, Cidade da Guatemala

Imagem do local do acidente divulgada pelo órgão responsável por monitorar e coordenar situações de emergência
Conred/Divulgação - 14.07.16
Imagem do local do acidente divulgada pelo órgão responsável por monitorar e coordenar situações de emergência

Ao menos cinco pessoas morreram neste domingo (14) com a explosão de uma caldeira localizada em uma mina de processamento de níquel na cidade de El Estor, a cerca de 320 quilômetros da capital guatemalteca, Cidade da Guatemala.

LEIA TAMBÉM:  Explosão em mina de ouro da Colômbia deixa dois mortos e cinco feridos

O acidente foi na planta da Processadora de Níquel de Izabal (ProNico), localizada ao norte da província de Izabal. A empresa é uma subsidiária do Grupo de Investimento Solway, com sede na Suíça.

Em breve comunicado divulgado no final da tarde, o Conred, órgão do governo responsável por monitorar e coordenar esforços para situações de emergência no país, pede para que a população local mantenha a calma e colabore com as equipes de resgate. 

O porta-voz do Departamento Nacional de Desastres, David de Leon, disse que os feridos foram levados para atendimento em hospitais locais. Até a publicação desta reportagem, não havia mais informações sobre o estado de saúde dessas pessoas.

LEIA TAMBÉM:  Explosão abre buraco em avião e provoca pouso de emergência

* Com Estadão Conteúdo