Tamanho do texto

Candidata democrata à Casa Branca mantém uma posição dominante nos quatro Estados quando são incluídos os nomes de Gary Johnson e de Jill Stein

Após a Convenção Democrata, Hillary Clinton consolidou sua base e ampliou sua vantagem em inúmeros frontes
Robyn Beck/Agence France Presse/Estadão Conteúdo - 28.07.2016
Após a Convenção Democrata, Hillary Clinton consolidou sua base e ampliou sua vantagem em inúmeros frontes

A candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, aumentou sua vantagem em relação a Donald Trump em quatro Estados norte-americanos, segundo uma nova pesquisa do Wall Street Journal em parceria com a NBC News e o instituto Marist.

No Colorado, Hillary lidera por 14 pontos porcentuais de vantagem, por 46% a 32%, seis a mais do que na pesquisa de julho , antes das convenções nacionais.

Na Virgínia e na Carolina do Norte, dois Estados onde os republicanos esperavam ser mais competitivos, a democrata lidera por, respectivamente, 46% a 33%, e 48% a 39%.

"Estes eram Estados onde a disputa prometia ser mais apertada, mas não parece ser este o caso", disse Lee Miringoff, diretor do Marist College Institute for Public Opinion. "Trump ainda precisa unificar os republicanos e se posicionar melhor entre os eleitores tradicionais do partido para se tornar competitivo nesses lugares."

LEIA MAIS: Obama faz apelo para líderes republicanos reavaliarem apoio a Trump

Na Flórida, um dos Estados mais importantes devido ao número de colégios eleitorais, a disputa é mais apertada. Hillary lidera por 44% a 39%, uma pequena melhora em relação à pesquisa anterior, quando a vantagem era de apenas dois pontos.

Os resultados reforçam a tendência vista em outros Estados: após as convenções dos dois partidos e uma série de desgastes da campanha de Trump , Hillary consolidou sua base e ampliou sua vantagem em inúmeros frontes.

Durante as primárias, Trump mostrou alguma capacidade para superar desafios difíceis. No entanto, ainda não se sabe se seu estilo confrontador terá o mesmo apelo para um público mais amplo.

Hillary também mantém uma posição dominante nos quatro Estados quando são incluídos os nomes do libertário Gary Johnson e de Jill Stein, do Partido Verde.

Por outro lado, eleitores de todos esses Estados continuam a ter impressão desfavorável dos candidatos dos principais partidos. A visão negativa de Hillary é compartilhada por 52% dos eleitores da Flórida e 59% do Colorado. Já a desaprovação de Trump está em 62% na Carolina do Norte e 69% no Colorado.

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.