Tamanho do texto

Medidas de segurança foram reforçadas no aeroporto de Zaventem, alvo de um ataque terrorista reivindicado pelo Estado Islâmico no mês de março

Medidas de segurança foram reforçadas no aeroporto, que foi alvo de um ataque terrorista em março, reivindicado pelo EI
Lijjccoo/ Creative Commons
Medidas de segurança foram reforçadas no aeroporto, que foi alvo de um ataque terrorista em março, reivindicado pelo EI

Umalerta de bomba foi acionado em dois aviões que saíram da Noruega com destino ao aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, informou a agência encarregada pelo controle do tráfego aéreo da Bélgica, nesta quarta-feira (10).

Segundo o ministro do Interior belga, Jan Jambon, "não há motivo para pânico". Medidas de segurança foram reforçadas no aeroporto, que foi alvo de ataque terrorista que deixou mais de 15 mortos em março , reivindicado por terroristas do Estado Islâmico. A Bélgica vive em estado de alerta desde então.

LEIA MAIS: Após atentados na Bélgica, alerta de terror na França é o maior já visto

Com as ameaças de bomba, voos foram redirecionados a outros aeroportos da região. Segundo informações do jornal britânico "Independent", os aviões são da SAS Airlines. Um porta-voz do procurador federal Eric Van der Sypt disse que havia uma ameaça considerada "grave o suficiente para tomar as medidas".

Acredita-se que dezenas de pessoas estivessem a bordo das aeronaves. Assim como a França, a Bélgica vem sendo alvo de diversos ataques terroristas nos últimos meses. No último fim de semana, um homem armado com um facão atacou duas policiais em Charleroi,  no sul do país. O ato foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

* Com informações da Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.