Tamanho do texto

Detidos que atuavam em Nova York, Springfield, Massachusetts e Flórida são acusados de diversos crimes em território americano, como o tráfico ilegal de armas e conspiração para cometer assaltos seguidos de extorsão

Segundo o FBI, foram apreendidas armas de fogo, equipamentos eletrônicos e US$ 30 mil em espécie durante a ação
Mark Ordonez/ Flickr/ Creative Commons
Segundo o FBI, foram apreendidas armas de fogo, equipamentos eletrônicos e US$ 30 mil em espécie durante a ação

O FBI anunciou a detenção de 46 pessoas ligadas às famílias Genovese, Gambino, Lucchese e Bonanno, que atuam na rede da máfia italiana Cosa Nostra nos Estados Unidos. Os mandados de prisão foram efetuados nesta quinta-feira (4).

LEIA MAIS: Hillary Clinton domina as pesquisas eleitorais nos Estados Unidos

Apesar da investigação ter sido conduzida pelas autoridades nova-iorquinas, os detidos cometiam crimes tanto na cidade como em Springfield, Massachusetts e Flórida. O grupo ainda denominava-se de "East Coast LCN Enterprise" e, segundo a mídia americana, eles podem pegar até 20 anos de prisão.

Os detidos são acusados de diversos crimes em território americano, como extorsão, tráfico ilegal de armas de fogo e conspiração para cometer assalto seguido de extorsão. Segundo o FBI, ainda foram apreendidas armas de fogo, equipamentos eletrônicos e US$ 30 mil em espécie durante a ação.

LEIA MAIS:  Obama faz apelo para líderes republicanos reavaliarem apoio a Trump

O procurador de Nova York Preet Bharara disse que a prisão dos 46 homens, incluindo a de líderes poderosos, membros e associados de cinco diferentes famílias da Cosa Nostra, demonstra que "a máfia continua a ser um problema para a cidade e para o país".

"Da agiotagem ao jogo ilegal, as fraudes no sistema de saúde e cartões de crédito e até mesmo ao tráfico de armas de fogo, a máfia é hoje totalmente diversificada em sua busca sem limites para lucros ilegais", destacou Bharara.

LEIA MAIS: Egito afirma ter matado líder de grupo afiliado ao Estado Islâmico no país

A Cosa Nostra atua nos Estados Unidos desde o início do século 20 e já foi a maior organização criminosa atuando no país. Foi "fundada" em território norte-americano pelo italiano Don Vito Cascio Ferro, considerado o "chefe de todos os chefes" mafiosos. O nova-iorquino Al Capone, famoso em todo o mundo, era líder dessa organização mafiosa.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.