Tamanho do texto

Grupo jihadista reivindicou a autoria do atentado realizado pelo refugiado sírio Mohammed Delel que se explodiu ferindo 15 pessoas na Alemanha

Jovem sírio, de 27 anos, morreu após explodir uma bomba na noite do último domingo (24) em Ansbach, na Alemanha
Daniel Karmann/AFP/Estadão Conteúdo - 25.07.16
Jovem sírio, de 27 anos, morreu após explodir uma bomba na noite do último domingo (24) em Ansbach, na Alemanha

Os jihadistas do grupo Estado Islâmico publicaram um vídeo onde Mohammed Delel é supostamente retratado. O jovem sírio, de 27 anos, morreu após explodir uma bomba na noite do último domingo  (24) em Ansbach, na Alemanha.

Nas imagens ele jura fidelidade ao grupo e diz que a Alemanha "não será mais capaz de dormir pacificamente". Com o rosto coberto, o homem ameaça tornar a vida dos infiéis intolerável e diz que "explodiremos suas casas".

O vídeo foi publicado pela agência de notícias Amaq, que é considerada a representação oficial do grupo terrorista na mídia. Aparentemente, este é o mesmo vídeo encontrado pelas autoridades alemãs após uma operação de busca na casa do jovem. O grupo jihadista Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado realizado em Ansbach que deixou o próprio agressor morto e outras 15 pessoas feridas.

Médico

A Alemanha passou por um novo susto nesta terça-feira (26) quando um médico foi alvo de disparos no hospital de Steglitz , em Berlim. O profissional não sobreviveu aos ferimentos causados pelo agressor que também se matou. Ainda não se sabe as motivações do agressor, mas as autoridades locais não acreditam que o episódio tenha características terroristas. Em apenas uma semana,  quatro ataques ocorreram na Alemanha

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas