Tamanho do texto

País enfrenta grave crise de abastecimento e abertura parcial da fronteira durante o final de semana gerou tumulto na passagem de milhares de pessoas em busca de mantimentos


Milhares de pessoas entraram na Colômbia após a Venezuela autorizar a abertura da fronteira entre os países para permitir que seus moradores comprassem mantimentos. A passagem, fechada pela Venezuela em agosto de 2015 sob justificativa de combater o crime transnacional, ficou aberta por 12 horas.

A Venezuela enfrenta uma grave crise econômica, relacionada com a queda mundial nos preços do petróleo (principal produto de exportação do país), e o desabastecimento afeta muitas famílias.

Leia também: Como vivem os ricos em meio à crise na Venezuela

Na semana passada, cerca de 500 venezuelanas romperam controles de fronteira em busca de comida. O governo da Venezuela diz que a escassez é resultado de uma "guerra econômica" travada contra o país.

Presos escapam de cela para ajudar guarda inconsciente nos EUA

O bairro da Venezuela onde as mães assumiram o poder e acabaram com a violência