Tamanho do texto

Homem armado foi visto na Joint Base Andrews, base militar que fica mais próxima à Casa Branca e guarda a aeronave oficial de Barack Obama; local foi completamente isolado

A base militar abriga um posto de atendimento médico, onde o suspeito foi visto caminhando
Twitter/Reprodução
A base militar abriga um posto de atendimento médico, onde o suspeito foi visto caminhando


A suposta presença de um atirador fez com que a base militar Joint Base Andrews (JBA), no Estado norte-americano de Maryland, fosse fechada e completamente isolada no início da tarde desta quinta-feira (30) de acordo com o horário local. Duas horas mais tarde, autoridades informaram que o local estava em segurança e que a suspeita era apenas um alarme falso. 

Pelo Twitter, a JBA informou que um homem armado foi visto caminhando nos arredores do Centro de Atendimento Médico Malcolm Grow, que fica dentro da base militar. Na realidade, a confusão ocorreu porque havia um exercício militar programado para o local durante a manhã.

Localizada a 24 quilômetros da Casa Branca, a base militar de Maryland abriga o avião oficial de Barack Obama – o Air Force One –, além de outras das principais aeronaves da força aérea norte-americana. 

Uma pessoa que estava no centro de atendimento hospitalar da JBA viu dois homens armados andando pela base e avisou a segurança de que atiradores estariam prontos para atacar. O local foi imediatamente fechado e até o presidente Barack Obama foi informado da situação, antes de perceberam que tudo não passou de um alarme falso.

*com informações da Ansa Internacional.