Tamanho do texto

Ataque realizado por três homens-bomba deixou 147 feridos no aeroporto de Ataturk, na Turquia; presidente turco lamentou atentado e garantiu luta contra o terrorismo

O aeroporto de Istambul é o principal do país e serve como ponto de conexão para diversos países
Agence France Presse/Estadão Conteúdo - 28.06.16
O aeroporto de Istambul é o principal do país e serve como ponto de conexão para diversos países

Um ataque realizado por três homens-bomba deixou 36 pessoas mortas, segundo a CNN, e 147 feridas nesta terça-feira (28) no aeroporto de Ataruk, em Istambul, na Turquia. Os números atualizados foram informados pela agência oficial de notícias do país, Anadolu.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde das pessoas feridas no atentado. As vítimas foram socorridas a diversos hospitais da região.

De acordo com o ministro da Justiça turco, Bekir Bozdağ, ao menos um dos autores do atentado abriu fogo na entrada internacional do terminal com uma AK-47 e depois se explodiu. Ainda não está claro em que local do aeroporto – que é o mais movimentado da Turquia – ocorreram as outras duas explosões.

Testemunhas ouvidas pela rede de TV americana CNN afirmaram ter escutado tiros vindos de um dos carros parados no estacionamento do aeroporto.

Ainda não há informações sobre a autoria dos ataques, mas investigações iniciais da polícia turca indicam que o Estado Islâmico pode estar por trás dos eventos. Além da ameaça jihadista, a Turquia tem sido alvo de ameças do grupo separatista PKK. No ano passado, dois atentados suicidas atribuídos ao EI ocorreram em áreas turísticas de Istambul. Em março, um homem-bomba matou quatro turistas estrangeiros em um centro comercial da cidade. Em janeiro, outro atentado matou 12 turistas alemães no centro histórico da capital. 

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou que os ataques expõem a "face mais negra do terrorismo", mas garantiu que o país continuará enfrentando essa ameaça "a todo custo".

"Esperamos que uma postura contra organizações terroristas sejam adotadas mundialmente, especialmente em países ocidentais", afirmou o presidente turco. "A Turquia irá continuar lutando contra todos os grupos terroristas a todo custo até o fim disso", concluiu Erdogan.

Pessoas feridas em meio à destruição na entrada do Aeroporto de Ataturk, em Istambul, na Turquia
Agence France Presse/Estadão Conteúdo - 28.06.16
Pessoas feridas em meio à destruição na entrada do Aeroporto de Ataturk, em Istambul, na Turquia




O aeroporto de Istambul é o principal da Turquia e serve como ponto de conexão para Cáucaso, Norte da África, Leste Europeu e Oriente Médio. 

Um dos voos que pousaram na noite desta quarta-feira pouco após os ataques no aeroporto havia decolado de São Paulo. O voo TK16, da Turkish Airlines, posou no terminal às 21h54 (horário local), quatro minutos após as autoridades confirmarem os atentados. Ainda não se tem informações sobre os passageiros. 

A Europa vem sofrendo uma onda de atentados terroristas. Em Março, um atentado na Bélgica deixou 30 pessoas mortas e 250 feridas; veja imagens:


*Com informações do Estadão Conteúdo