Tamanho do texto

O incêndio que começou na quinta-feira já atingiu mais de 30 mil acres, sendo um dos piores da temporada na Califórnia

O incêndio começou no condado de Kern e já obrigou centenas de pessoas a deixarem suas casas
Corpo de Bombeiros de Santa Bárbara CA/Divulgação
O incêndio começou no condado de Kern e já obrigou centenas de pessoas a deixarem suas casas

Centenas de bombeiros estão neste sábado (25) combatendo um grande incêndio florestal que já matou duas pessoas e queimou pelo menos 100 casas em comunidades no centro da Califórnia.

O incêndio de Erskine, que começou na tarde de quinta-feira no condado de Kern, cerca de 68 quilômetros ao nordeste de Bakersfield, já atingiu mais de 30 mil acres, o que o torna um dos piores eventos de uma já intensa temporada de incêndios na Califórnia, que enfrenta uma seca.

O Serviço Meteorológico Nacional dos Estados Unidos emitiu um "alerta vermelho" para a região, que deve valer pelo menos até este sábado, com previsão de altas temperaturas, baixa umidade e fortes ventos, que podem espalhar as chamas.

Três bombeiros ficaram feridos por inalação de fumaça, e centenas de residentes foram forçados a deixar suas casas. O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou na sexta-feira estado de emergência no condado.

Autoridades afirmaram que os 800 bombeiros que combatem as chamas conseguiram delinear linhas de contingência para cerca de cinco por cento do incêndio, e centenas de outros homens estão a caminho da região. Cerca de 1.500 lares ainda estão ameaçados, de acordo com o site de informações sobre incêndios InciWeb.

Ao sul, bombeiros estão controlando dois incêndios no condado de Los Angeles. O InciWeb informou que 30 por cento dos incêndios, que atingiram 5.260 acres, foram controlados até a noite de sexta.

Autoridades autorizaram que centenas de moradores voltassem para as suas casas depois de receberem ordem de retirada em decorrência do incêndio. Para as outras comunidades, as ordens permanecem.