Tamanho do texto

Ao trabalhar para o "inimigo", intérpretes afegãos estão na mira do Talebã e não têm apoio de países como Reino Unido e EUA

BBC

Hafez conta que, ao pedir asilo nos EUA, descobriu que integrava a lista negra da imigração local
BBC
Hafez conta que, ao pedir asilo nos EUA, descobriu que integrava a lista negra da imigração local


Tradutores afegãos que trabalharam para as forças britânicas e norte-americanas estão na mira do Talebã por terem trabalhado para o "inimigo". Muitos recorreram a governos ocidentais em busca de refúgio, mas não foram atendidos. Correspondente da BBC no Afeganistão, Sana Safi conversou com dois desses tradutores, que relataram o drama de passar a vida fugindo e se escondendo.