Tamanho do texto

Sitora Yusifiy, que foi casada com Omar Mateen, afirmou que era agredida com frequência por ex-marido; pelo menos 50 pessoas morreram em tiroteio durante festa em boate nos EUA

A ex-mulher do atirador de Orlando afirmou que ele era uma pessoa instável e perturbada
Reprodução/BBC
A ex-mulher do atirador de Orlando afirmou que ele era uma pessoa instável e perturbada

A ex-mulher do atirador de Orlando afirmou que ele era “instável e perturbado”.

Sitora Yusifiy disse que, pouco depois de se casar com Omar Mateen, suspeito pelo ataque à boate gay na madrugada do último domingo, percebeu que ele era “bipolar e ficava zangado por qualquer coisa”.

Ela também contou que era agredida com frequência. "Foi quando comecei a me preocupar com a minha segurança. Ele não me permitia falar com a minha família, me isolou deles", disse.

"Mas minha família estava sintonizada com o que estava acontecendo comigo, e decidiu me salvar dessa situação".

Segundo Sitora, Mateen era “mentalmente instável e mentalmente doente”.

"Essa era a única explicação que eu tenho para o que aconteceu: ele era obviamente perturbado".


    Leia tudo sobre: estado islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.