Tamanho do texto

Dezenas de pessoas ficaram feridas no atentado na cidade de Istambul, em ataque ainda não reivindicado por nenhum grupo

Estadão Conteúdo

Ônibus blindado da polícia fica destruído após explosão próxima a universidade, nesta terça-feira
Reuters
Ônibus blindado da polícia fica destruído após explosão próxima a universidade, nesta terça-feira


Ao menos 11 pessoas morreram com a explosão de um carro-bomba no distrito de Vezneicler, na região central de Istambul, maior cidade da Turquia, nesta terça-feira (7). Entre as vítimas estão sete policiais e quatro civis. Não houve reivindicação imediata da autoria do ataque, que tinha como alvo um ônibus da polícia, segundo as autoridades. 

O impacto da explosão fez o veículo policial tombar e ficar virado de lado, além de ter parte da lataria carbonizada, e também estourou os vidros das fachadas de várias lojas na área. O ataque ocorreu por volta das 8h40 no horário local na região da Universidade de Istambul, de alta circulação de turistas.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, visitou os feridos em um hospital de Istambul e prometeu uma investigação completa sobre o ataque. "Vamos continuar a nossa luta contra os terroristas", disse ele.

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan visitou feridos em Istambul e prometeu investigar o caso
Reuters
O presidente turco Recep Tayyip Erdogan visitou feridos em Istambul e prometeu investigar o caso



A Turquia tem intensificado sua participação em conflitos desde o final do ano passado, quando iniciou uma guerra em duas frentes contra o partido separatista dos Trabalhadores do Curdistão e o Estado Islâmico, em resposta a uma série de ataques contra seu território. O país e seus aliados na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) consideram ambos os grupos organizações terroristas.

Na sequência da explosão, o Ministério do Exterior emitiu um alerta no qual exorta "aqueles que viajam a Istambul para tomar extremo cuidado”. A pasta também pediu cuidado a todos aqueles que viajarem a Ancara e outras grandes cidades turcas.