Tamanho do texto

Alto funcionário do Ministério da Aviação do Egito já havia desmentido a informação dada pela "CBS" neste sábado

Airbus 320 da EgyptAir caiu na quinta-feira (19)
Wikimedia Commons
Airbus 320 da EgyptAir caiu na quinta-feira (19)

A EgyptAir, por meio de um comunicado, negou que as caixas-pretas do avião Airbus A320, que caiu na quinta-feira (19) foram encontradas. Mais cedo, a emissora "CBS" havia dado tal informação

Também neste sábado (20), um alto funcionário do Ministério da Aviação do Egito já havia desmentido a informação da rede de TV e afirmado que as caixas-pretas continuam desaparecidas. 

Segundo a agência "Associated Press", a fonte preferiu manter o anonimato porque não está autorizada a falar com a imprensa. As buscas pelas objetos continuam e as equipes de resgate descartam ainda encontrar sobreviventes. 

Destroços e pertences

Salva-vidas e destroços do avião da EgyptAir encontrados no Mar Mediterrâneo
Reprodução/Forças Armadas do Egito
Salva-vidas e destroços do avião da EgyptAir encontrados no Mar Mediterrâneo


Também neste sábado, o exército do Egito divulgou as primeiras imagens das partes do avião em sua página oficial. Foram mostrados salva-vidas, destroços do avião e pertences dos passageiros encontrados no Mar Mediterrâneo. As partes foram achadas na sexta-feira (20)

Fumaça

Autoridades da França também confirmaram que mensagens automáticas foram enviadas do avião para torre indicando falha e fumaça  na aeronave. 

Leia mais: Avião enviou avisos de fumaça; exército divulga imagens de destroços

O Airbus A320 da EgyptAir caiu no Mar Mediterrâneo na quinta-feira (19). O avião do voo 804 partiu do Aeroporto Charles de Gaulle, nas proximidades de Paris, por volta das 23h09 (horário local) rumo ao Cairo com 66 passageiros a bordo e tripulantes. A aeronave voava a 37 mil pés de altura, quando fez uma manobra brusca e desapareceu dos radares.