Tamanho do texto

Para Sadiq Khan, visão do magnata americano a respeito de muçulmanos é “ignorante” e pode tornar mundo mais perigoso

Estadão Conteúdo

Prefeito de Londres diz que proibição pode aumentar interferência de forças extremistas
Reprodução/Facebook/Sadiq Khan
Prefeito de Londres diz que proibição pode aumentar interferência de forças extremistas


Recém-eleito prefeito de Londres, o muçulmano Sadiq Khan atacou a visão "ignorante" do empresário americano Donald Trump, pré-candidato republicano à presidência dos EUA, sobre o islamismo, nesta terça-feira (10). A crítica do político é consequência à proposta do magnata de impedir temporariamente a entrada de seguidores do islamismo em território norte-americano caso seja eleito para a Casa Branca. 

A crítica vem após uma entrevista de Trump ao jornal ao jornal The New York Times na qual o magnata afirmou que abriria uma exceção ao prefeito londrinho caso ele quisesse viajar aos EUA.  De acordo com o norte-americano, a proibição "total e completa" da entrada de muçulmanos estrangeiros deve ocorrer "até que os representantes do país possam descobrir o que está acontecendo".

"Isso [a proibição] não é sobre mim. É sobre meus amigos, minha família e todos os que têm uma origem similar à minha", disse Khan em comunicado. Ele chamou a visão de Trump sobre o tema de "ignorante", ressaltando que ela pode tornar os EUA e o Reino Unido lugares menos seguros, com o risco de isolar muçulmanos pelo mundo e lançá-los para a influência dos extremistas.

Nascido em Londres e filho de imigrantes paquistaneses, Khan foi eleito para a prefeitura londrina com ampla vantagem de votos na semana passada, após uma campanha na qual seu rival conservador, Zac Goldsmith, o acusou de ter plataformas comuns com extremistas islâmicos.

Advogado especializado em direitos humanos e parlamentar do Partido Trabalhista, Khan acusou Goldsmith de tentar assustar e dividir os eleitores em uma "cidade multicultural" de 8,6 milhões de habitantes, onde vivem mais de um milhão de muçulmanos.

Trump afirmou ter ficado "feliz em ver" a vitória de Khan e lhe desejou sucesso no posto.

Saiba mais sobre Donald Trump, o empresário que pode ser presidente dos EUA:


    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.