Tamanho do texto

Testemunhas de ataque próximo à cidade alemã de Munique dizem que responsável gritou Allahu Akbar antes das agressões

Estadão Conteúdo

Policiais isolam estação de Grafing, pequena cidade cerca de 30 quilômetros a sudeste de Munique
Reprodução/Youtube
Policiais isolam estação de Grafing, pequena cidade cerca de 30 quilômetros a sudeste de Munique

Um homem foi morto e outros três ficaram feridos em um ataque com faca ocorrido na estação ferroviária de uma cidade próxima a Munique, na manhã desta terça-feira (10). O responsável pela violência no município de Grafing, a 30 km da capital do Estado da Baviera, foi um cidadão alemão de 27 anos.

A imprensa alemã informou que, segundo testemunhas, o homem com a faca gritou "Allahu akbar" (Deus é grande) antes dos ataques, frase tipicamente usada por terroristas em atentados. A polícia ainda investiga essa versão.

"O homem fez declarações durante o ataque que implicavam uma motivação política [...] Estamos analisando se há um motivo islâmico para o ataque", disseram as forças de segurança. 

Um porta-voz da Deutsche Bahn, que opera o serviço de trem S-Bahn que serve a estação, afirmou que o ataque ocorreu na plataforma no momento em que um trem chegava. Um membro da unidade de segurança DB Security deixou o trem e prestou os primeiros socorros em uma das vítimas disse um porta-voz.

Ainda de acordo com a polícia, o homem que foi morto tinha 50 anos e foi a óbito no hospital. Já os feridos tinham 58, 43 e 55 anos. De acordo com a imprensa alemã, mais de 800 cidadãos do país deixaram seu território para se juntar a grupos terroristas na Síria e no Iraques. Destes, 260 retornaram.