Tamanho do texto

Governo de Porto Rico conseguiu pagar só US$ 22 milhões de um total de US$ 422 millhões; dívida pode se agravar em julho

Autoridades porto-riquenhas disseram que crise pode piorar caso o Congresso não ofereça ajuda
REUTERS/Jonathan Ernst
Autoridades porto-riquenhas disseram que crise pode piorar caso o Congresso não ofereça ajuda

O governo de Porto Rico anunciou nesta segunda-feira (2) um calote no pagamento de US$ 370 milhões em bônus, e afirmou que este é apenas começo da crise caso congressistas dos Estados Unidos não estendam à mão à ilha.

No total, o território livre associado aos EUA tinha US$ 422 milhões, cerca de R$ 1,5 bilhão, a serem pagos hoje. As autoridades conseguiram pagar apenas US$ 22 milhões, enquanto outros US$ 30 milhões foram renegociados.

Segundo o governador, Alejandro Garcia Padilla, um default muito mais significativo pode acontecer em 1º de julho, caso o Congresso não restaure a capacidade do governo local de reestruturar sua dívida.

Garcia culpou os lobistas de fundos de hedge, que chamou de urubus, pelo fato de o Congresso ter entrado em recesso, na semana passada, sem ter julgado a questão da reestruturação da dívida porto-riquenha.

"Nosso pior inimigo, no momento, é a política", disse o governador da ilha. Segundo ele, o governo não irá conseguir pagar sua dívida sem cortar serviços essenciais.

(Fonte: Associated Press)