Tamanho do texto

Papa Francisco lembrou as vítimas na Síria e pediu paz durante a tradicional oração do Ângelus, na praça de São Pedro

Cidade de Aleppo tem sido alvo de bombardeios na Síria
Associated Press/Estadão Conteúdo - 28.04.16
Cidade de Aleppo tem sido alvo de bombardeios na Síria

O Papa Francisco denunciou neste domingo (01) o agravamento da violência na Síria e pediu para que todas as partes envolvidas no conflito respeitem o cessar-fogo, principalmente em Aleppo, no norte do país, cidade que tem sido afetada fortemente pelos bombardeios .

"Peço a todas as partes que fortaleçam o diálogo em curso, o único caminho que conduz à paz", disse o papa durante a tradicional oração do Ângelus em meio a milhares de fiéis reunidos na praça de São Pedro.

Francisco lamentou o ataque a um hospital de Aleppo na semana passada , destacando a situação como uma "espiral de violência" que está "levando vítimas inocentes, principalmente entre as crianças, doentes e aqueles que com grande sacrifício têm se empenhado para ajudar o próximo", afirmou.

O papa exortou que "todos os lados envolvidos no conflito respeitem o cessar-fogo e reforcem o diálogo em curso", que ele diz ser o único caminho que leva a paz.