Tamanho do texto

Garoto conhecido como "Jihadista Júnior" executou quatro homens acusados pelos terroristas de serem espiões britânicos

Criança de quatro anos grita
Reprodução
Criança de quatro anos grita "Deus é grande" após executar reféns com o uso de explosivos

O grupo terrorista Estado Islâmico divulgou um novo vídeo com imagens chocantes que mostram um menino de quatro anos explodindo um carro com quatro reféns acusados de serem espiões britânicos.  

Antes de ordenar a execução dos prisioneiros, um membro do grupo faz um curto discurso no qual ameaça o primeiro-ministro britânico, David Cameron, devido ao seu apoio às ofensivas dos aliados norte-americanos contra o grupo terrorista.

Acompanhado pela tradicional música-tema que marca todos os vídeos do Estado Islâmico, o terrorista justifica a execução dos supostos espiões por explosivos pelo fato de o Reino Unido armar grupos inimigos do Estado Islâmico na Síria – o grupo também age em uma ampla área no Iraque.

Assista ao vídeo abaixo; as imagens são chocantes:

Conhecido como "Jihadista Júnior", o menino se chama Isa Dare e é filho de muçulmanos. "Vamos matar aqueles descrentes ali", diz o garoto antes de explodir o veículo – momento em que grita a expressão "Allahu Akbar" (Deus é grande), já tradicional em ataques do Estado Islâmico, como os ocorridos em Paris, em novembro.

Veja imagens do vídeo abaixo:


    Leia tudo sobre: estado islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.