Tamanho do texto

Além da jovem, outra vítima de nacionalidade alemã também foi atacada por homem em uma praia da região de Adelaide

Jovens acampavam em praia da região de Adelaide, na Austrália, quando foram atacadas
Reprodução/7 News
Jovens acampavam em praia da região de Adelaide, na Austrália, quando foram atacadas

Um homem foi preso após ser acusado de sequestro, estupro e tentativa de assassinato contra duas mulheres, uma brasileira e outra alemã, que acampavam em uma praia na região de Adelaide, na Austrália.

Segundo o jornal "The Independent", nua e ensanguentada, uma das jovens de 20 anos conseguiu escapar e encontrou ajuda com um grupo de pescadores, após o ataque ocorreu na última terça-feira (9). "Ela correu direto para nós, gritando. Só conseguia dizer 'me tirem daqui, ele vai matar todos nós", declarou Abdul-Karim Mohammed à rede de televisão "7 news".

A outra mulher, que também tentou escapar, foi recapturada pelo sequestrador. No entanto, depois também foi encontrada inconsciente e sem conseguir falar, de acordo com os pescadores. Segundo a imprensa local, uma das jovens foi golpeada com um martelo na cabeça e a outra atropelada por um carro.

O australiano, de 59 anos, foi preso no Parque Nacional de Coorong, e as vítimas foram encaminhadas para o hospital com ferimentos graves. Uma delas já foi liberada, mas a outra permanece internada em estado estável.

O tribunal de Murray Bridge investiga o caso, e o homem deverá ser ouvido novamente em abril. A polícia não informou o nome do acusado e decidiu não divulgar o nome das vítimas para proteger suas identidades. As autoridades também procuram saber se o sequestrador já cometeu é responsável por outros crimes no país.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.