Tamanho do texto

Laura Croix já passou por 10 cirurgias desde o dia dos ataques em Paris. Ela ficou conhecida como "a mulher dos milagres"

A cantora francesa Laura Croix, 31 anos, conseguiu acordar do coma após ser atingida por seis tiros
Reprodução/Youtube
A cantora francesa Laura Croix, 31 anos, conseguiu acordar do coma após ser atingida por seis tiros

A cantora francesa Laura Croix, 31 anos, conseguiu acordar do coma após ser atingida por seis tiros e passar por 10 cirurgias desde o dia 13 de novembro, quando ela estava na casa de concertos Bataclan, na noite dos atentados em Paris.

Naquele dia, outras 90 pessoas que estavam no show não tiveram a mesma sorte e foram vítimas dos quatro terroristas islâmicos que invadiram o local atirando com fuzis AK47.

O irmão de Laura, Sebastien, contou nesta segunda-feira (28) ao jornal "Sunday Times", que a irmã acordou no dia 10 de dezembro e que, desde então, vem questionando sobre o que aconteceu naquela fatídica noite.

"Além dos terríveis pesadelos, ela sabe que foram mortas muitas pessoas. E agora faz centenas de perguntas", disse Sebastien. Ele ainda contou que ela lembra dos gritos em prol de Alá, dado pelos terroristas, enquanto ela tentava se mover para as áreas de saída.

Veja imanges que marcaram o ataque:

A equipe médica chama Croix de "a mulher dos milagres" porque três tiros atingiram a área do abdômen e outros três foram para seu peito - sem atingir o coração ou alguma artéria.

Ela ainda quebrou um braço e dois de seus dedos e os médicos precisaram fazer uma traqueostomia para permitir que ela fosse levada à unidade de tratamento intensivo. Então, ela foi colocada em coma induzido. Os médicos acreditam que ela deva ficar ainda alguns meses internada, mas que poderá voltar aos palcos.