Tamanho do texto

Advogado de defesa disse que o jovem estava no meio de um surto psicótico quando ele esfaqueou 16 vezes a mulher

Um adolescente que estuprou e matou sua professora de matemática foi condenado a prisão, em Massachusetts, Estados Unidos. Philip Chism, que tinha 14 anos em 2013, admitiu ter abusado sexualmente e matado Colleen Ritzer, de 24 anos.

 Colleen Ritzer, de 24 anos
Reprodução
Colleen Ritzer, de 24 anos

Os promotores do caso disseram que o estudante usou um cortador de caixa para esfaquear a jovem professora, antes de usar uma lixeira para levar seu corpo para a floresta. Após chegar à floresta, o aluno estuprou a mulher com um pedaço de madeira antes de abandoná-la seminua.

Os advogados de defesa do adolescente alegaram que ele estava no meio de um surto psicótico quando esfaqueou a professora 16 vezes no pescoço no banheiro das mulheres.

"Quando Philip Chism seguiu a senhorita Ritzer até o banheiro, ele não era ele mesmo. Ele foi total e absolutamente comandado por alucinações em sua cabeça”, disse o advogado.

Chism foi acusado como um adulto e pode pegar prisão perpétua com possibilidade de liberdade condicional entre 15 e 25 anos. A pena do jovem ainda não foi definida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.