Tamanho do texto

Segundo jornal, cerimônia aconteceu em Montabaur, na Alemanha; Andreas Lubitz foi o responsável pelo acidente com o airbus A320 nos Alpes Franceses, que deixou 149 mortos

Andreas Lubitz, o copiloto acusado de ter derrubado de propósito um avião da Germanwings nos Alpes Franceses, teria sido sepultado secretamente na cidade em que vivia, Montabaur, na Alemanha.

Andreas Lubitz teria sido enterrado na cidade em que vivia, Montabaur, na Alemanha
AP
Andreas Lubitz teria sido enterrado na cidade em que vivia, Montabaur, na Alemanha

Pelo menos é o que afirma o tabloide local "Bild", segundo quem os restos mortais foram enterrados durante uma pequena cerimônia. Ainda de acordo com o diário, na lápide de Lubitz está escrita a frase "Esteja nos nossos corações. Com amor, mamãe e papai".

O copiloto alemão é tido pela Justiça da França como o único responsável pelo desastre, que ocorreu no dia 24 de março de 2015 e deixou outras 149 pessoas mortas. O Airbus A320 fazia o voo 4U9525, entre Barcelona, na Espanha, e Düsseldorf, na Alemanha.

Leia também:

Com medo de ficar cego, copiloto da Germanwings visitou sete médicos

Copiloto da Germanwings prometia gesto para que todos lembrassem dele

Lubitz é acusado de derrubar de propósito o avião da Germanwings nos Alpes Franceses
AP
Lubitz é acusado de derrubar de propósito o avião da Germanwings nos Alpes Franceses

As investigações da Procuradoria de Marselha descobriram que Lubitz tinha problemas de vista, temia ficar cego e chegou a enfrentar um grave episódio de depressão em 2009. Antes de embarcar em sua última viagem, ele também havia pesquisado na internet sobre formas de tirar a própria vida e o funcionamento da porta de segurança da cabine de pilotagem.

Dados das caixas-pretas da aeronave mostram que Lubitz usou o piloto automático para fazer a aeronave descer quando sobrevoava os Alpes franceses. Além disso, enquanto o Airbus perdia altitude, ele alterou várias vezes os controles para aumentar a sua velocidade de descida.

Veja também: Airbus A320 cai com 149 pessoas da França


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.