Tamanho do texto

Militantes de organização terrorista ligada à Al Qaeda lançaram um carro-bomba repleto de explosivos contra quartel

Um atentado promovido pelo grupo jihadista Al Shabab contra uma base militar da União Africana em Lego, a 130 km da capital da Somália, Mogadíscio, deixou dezenas de soldados mortos.

Militantes da organização terrorista, que é ligada à Al Qaeda, lançaram um carro-bomba repleto de explosivos contra o quartel. Após a detonação, houve um tiroteio de mais de três horas, segundo a agência "Reuters".

Leia também:

Ataques espalham medo e mortes em três continentes

Explosão em mesquita mata ao menos 25 pessoas no Kuwait

Atentado em hotéis de cidade turística na Tunísia mata ao menos 37 pessoas

O balanço do atentado ainda é incerto, mas um porta-voz do Exército do Burundi, Gaspard Baratuza, já afirmou que mais de 50 soldados do país perderam a vida. "Há ainda muitos militares feridos, e o número de vítimas pode aumentar", declarou.

A base de Lego abriga tropas da missão de paz da União Africana na Somália - conhecida pelo acrônimo Amisom -, que é composta principalmente por soldados de Quênia, Uganda e Burundi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.