Tamanho do texto

Matthew James foi baleado no ombro, peito e quadril ao tentar proteger noiva; apesar dos graves ferimentos, rapaz sobreviveu

Sara Wilson e Matthew James estavam passando duas semanas de férias na Tunísia
Reprodução/Youtube
Sara Wilson e Matthew James estavam passando duas semanas de férias na Tunísia

Um rapaz britânico se tornou herói após usar seu corpo como "escudo" para salvar a vida da noiva durante o ataque na Tunísia nesta sexta-feira (26). As informações são do jornal "Mirror".

O engenheiro de gás Matthew James, de 30 anos, foi baleado três vezes – no ombro, peito e quadril – ao tentar proteger a esteticista Sarah Wilson, de 26 anos, enquanto homens abriam fogo em dois hotéis da cidade turística de Sousse. Apesar dos graves ferimentos, James sobreviveu.

"Ele levou um tiro por mim. Devo a ele minha vida porque ele se jogou na minha frente durante o tiroteio", disse Sarah direto do hospital onde o noivo está internado. "Ele estava coberto de sangue, mas só me dizia para fugir. E também falou: eu te amo, querida. Mas vá e diga aos nossos filhos que o papai os ama", completou.

Leia mais:

Atentado em hotéis de cidade turística na Tunísia mata ao menos 37 pessoas

Atentado em hotéis de cidade turística na Tunísia mata ao menos 37 pessoas

Segundo ela, enquanto voltava para o hotel, via vários corpos espalhados pela praia. "Não dá para explicar o quão terrível foi. Foi um caos, com vários tiros e todo mundo gritando", disse.

O casal deixou os dois filhos, Tegan, de 6 anos, e Kaden, de apenas 1 ano e 2 meses, em casa com a família enquanto eles passariam duas semanas de férias na Tunísia. Eles planejam se casar em  2017.

O ataque – que teria sido cometido pelo grupo extremista Estado Islâmico – deixou ao menos 37 mortos e 36 feridos nesta sexta.

Veja também fotos dos ataques na França, Kuwait e Tunísia:



    Leia tudo sobre: estado islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.