Tamanho do texto

Biólogos marinhos suspeitam que espécies foram carregados para as areias devido aquecimento das águas do Pacífico

O balneário americano de San Diego, no Estado da Califórnia, foi "invadido" por milhões de espécimes de um tipo de lagostim.

Veja clicando no link abaixo:

Crustáceos invadem praias da Califórnia e formam 'tapete'


Balneário foi invadido por milhões de espécimes de um tipo de lagostim
Reprodução/BBC
Balneário foi invadido por milhões de espécimes de um tipo de lagostim

Dia 18: Califórnia usa drones para monitorar aproximação de tubarões em praias

Levados pela maré, os crustáceos de cor avermelhada formaram em algumas localidades um "tapete" com até 40cm de espessura.

O mais surpreendente é que a espécie em questão, o Pleuroncodes planipes, normalmente vive longe das praias e em grandes profundidades.

Biólogos marinhos suspeitam que os lagostins tenham sido carregados para as areias por conta do aquecimento das águas do Oceano Pacífico pelo fenômeno meteorológico conhecido como El Niño. Muitos estão morrendo e de acordo com relatos de banhistas há um cheiro insuportável nas praias.

Especialistas alertaram o público para não comer os lagostins, depois de vários relatos de que banhistas estariam coletando os animais. Embora não seja venenoso por si só, o Pleuroncodes planipes pode ter se alimentado de uma proliferação de algas tóxicas detectada na costa da Califórnia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.