Tamanho do texto

O denso enxame tomou conta do local, no condado de Lancaster, causando ao menos três acidentes

Segundo bombeiros, invasão de milhares de insetos na Pensilvânia parecia uma nevasca. 

"Era surreal. Parecia uma nevasca."

"Elas entravam na minha boca. Tive de fechar meus olhos para chegar até o carro."

"Fui dando golpes no ar para me livrar delas."

As frases acima são de bombeiros chamados para controlar a situação em uma ponte na Pensilvânia, nos Estados Unidos, após uma invasão de insetos.

Segundo bombeiros, invasão de milhares de insetos transformou a ponte em uma cena surreal e perigosa
AP
Segundo bombeiros, invasão de milhares de insetos transformou a ponte em uma cena surreal e perigosa

O denso enxame tomou conta do local, no condado de Lancaster, causando ao menos três acidentes com motos e obrigando as autoridades a fechar a ponte por falta de visibilidade na madrugada de domingo.

Semelhantes a libélulas, os insetos são chamados efemerópteros ou efêmeras por terem um ciclo de vida de apenas algumas horas.

Em poucas horas, o local foi tomado pelos insetos mortos, deixando o chão escorregadio e perigoso.

No dia seguinte, foram vistos pilhas de até 60 cm de insetos mortos sobre a ponte.

"Foi como nevasca em junho, mas em vez de neve, eram insetos", disse o chefe dos bombeiros, Chad Livelsberger ao jornal local Lancaster Online. Ele acrescentou que jamais havia visto uma cena tão "surreal" na região.

Outro bombeiro, Scott Ryno, disse que a visibilidade na ponte era zero. "Eles entravam na nossa boca. Tínhamos que ficar de olho fechados e dar golpes para nos livrar deles. Mesmo horas depois, fiquei com a sensação de que os insetos estavam rastejando em mim."

Autoridades registraram três acidentes com motos, mas não houve feridos
AP
Autoridades registraram três acidentes com motos, mas não houve feridos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.